textos e frases

Autoamor = estar confortável em sua própria pele

27/06/2014

Muito se fala em autoestima nos livros, seminários e palestras. Prefiro o termo Autoamor, afinal, quando se estima alguém o sentimento é leve, superficial; quando se ama, aí sim o sentimento se torna transcendente e forte.

 

Estamos cansados de ouvir que é preciso amar a si próprio antes de mais nada, que esse amor próprio é o requisito para relacionamentos saudáveis e para uma vida equilibrada e feliz, já virou um clichê. Entretanto, pouco se fala em COMO desenvolver esse autoamor. Parece que se ele não for inato e automático não haverá possibilidades de desenvolvê-lo, como se ele fosse uma característica genética: ou você tem ou não tem, ou nasce se amando ou estará fadado aos complexos e distorções de autoimagem pela vida.

 

O Autoamor pode sim ser desenvolvido, construído e para sempre sedimentado em nosso ser, bem lá no âmago.

 

Pense comigo: se você deseja resolver uma equação logarítmica ou usar a fórmula de bhaskara precisa antes estudar Matemática não é mesmo? Estudar desde o básico: algarismos, conjunto simples, somar dividir etc, se não, você vai se assustar com os termos “logarítmica” e “bhaskara” e vai achar que agora estou falando palavrões no artigo.

 

Com as nossas questões emocionais é exatamente assim também: para aprendermos a lidar conosco, com o nosso mundo íntimo e assim desenvolver autoconhecimento e autoamor podemos estudar, ler sobre o tema (utilizar a “biblioterapia”= fazer da leitura de livros uma ferramenta terapêutica de cura), buscar a ajuda de profissionais capacitados (Terapeutas, Coaches, Psicólogos) fazer cursos, assistir Palestras da Junia Bretas (risos). Brincadeiras à parte, podemos sim aprender a resolver nossos desafios emocionais e assim obter uma vida plena e repleta de paz interior.

 

Então, como desenvolver o Autoamor?

 

Investindo tempo e dinheiro no seu corpo, mente e espírito.

 

1)  Corpo:

 

Invista em sua saúde física, praticando atividades físicas que lhe agradem, por exemplo: Bicicleta, Corrida, Yoga, Pular Corda, Pilates, TRX... São tantas opções, você deve escolher aquela que lhe dê prazer. Movimentando seu corpo, sua fisiologia se torna ideal, sua saúde melhora, sua disposição física, sua beleza e sua AUTOIMAGEM fica favorecida, afinal tem coisa melhor que corresponder aos padrões de saúde e beleza que VOCÊ estabeleceu para si mesmo?

 

Lembre-se de tomar cuidado com as desculpas que boicotam, como por exemplo falta de tempo. Sua agenda lotada lhe impede de cuidar da saúde? Daqui a pouco é a sua saúde que irá lhe impedir de ter uma agenda lotada! Pense nisso.

 

2)  Mente:

 

Priorize as conversas e leituras edificantes, esteja sempre rodeado de pessoas otimistas e de bem com a vida as que não são assim tente ajudar, se mantendo blindado e com uma distância emocional de segurança. Depressão, ansiedade e pessimismo são contagiosos, lembrando que a alegria, o bom humor e a serenidade também são. Mantenha seu “palácio mental” protegido de pensamentos nocivos e de emoções tóxicas. Invista em boas leituras, assista bons filmes e cuide do seu lazer e descanso. Essa é a melhor forma de diminuir os níveis de Cortisol no sangue, o hormônio do estresse responsável pela diminuição da memória, da concentração e da tranqüilidade.

 

3)  Espírito

 

Ter fé em uma instância superior nos torna mais fortes e resignados. Não faltam comprovações científicas de que a fé melhora o nosso sistema imunológico, promove curas milagrosas, além de proporcionar paz e serenidade em nossa alma. Cada um tem o direito de escolher sua crença e ser respeitado por essa escolha. O importante é investir em sua espiritualidade, investir em suas virtudes e na sua capacidade de contribuir de maneira significativa com o mundo em que vivemos. Cuidar do nosso espírito significa cuidar também do outro, servir, ser generoso. É ser caridoso, é compartilhar amor, generosidade e ser útil para a comunidade em que vivemos. Todo o bem que fazemos volta para nós, mais cedo ou mais tarde, com uma precisão inquestionável.

 

O Autoamor nasce desta AUTOGESTÃO eficiente. Cuidar do corpo favorece a autoimagem, você se sente bem por estar saudável, belo(a) e bem disposto, você sente orgulho por corresponder aos seus padrões de estética e saúde. Cuidar da mente gera auto respeito, você se torna uma pessoa interessante e seu magnetismo pessoal aumenta, sua mente se torna o melhor lugar para se viver! Cuidar do espírito nos torna generosos e bondosos, sentimos admiração por nós mesmos e aí surge uma felicidade sem tamanho por ser útil ao mundo, às pessoas. Essa sensação de que administramos bem nossa vida, nossa saúde, nossas emoções e ainda ajudamos pessoas neste processo nos faz amar e admirar a pessoa que somos.

 

Quando buscamos nossa evolução espiritual, mental e física somos tomados por uma onda de polaridade positiva, nossa saúde global aumenta, assim como nossa frequência vibratória, aproximando as boas coincidências, atraindo pessoas e transformando nossa própria pele no melhor lugar pra se viver!

 

Não acredite no que eu digo. EXPERIMENTE

 

Com amor,

 

Junia Bretas

Please reload